PODCAST: Episódio #2 – Alfred Hitchcock – A Fase Britânica – Parte 1


Clique com o botão direito e salve este episódio.

Neste episódio número 2, Alexandre, Fred, Marcelo e Sergio debatem parte da fase britânica do renomado diretor inglês Alfred Hitchcock, desde seu primeiro filme, intitulado “The Pleasure Garden” até seu primeiro filme sonoro, “Blackmail”, que no Brasil se chamou “Chantagem e Confissão. É o primeiro de cinco episódios sobre a filmografia de Alfred Hitchcock, um dos diretores mais influentes do cinema mundial. 

Trilha Sonora: Charles Gounod – “A Marcha das Marionetes”, performado pela The City of Prague Philharmonic. Louis Levy – “No One Can Like The Drummer Man”, tema de Jovem e Inocente(Young and Innocent, 1937). 
Duração: Aprox. 1h e 18 min.

Acesse esta galeria para ver algumas imagens que ilustram coisas comentadas neste episódio.

Anúncios

5 comentários sobre “PODCAST: Episódio #2 – Alfred Hitchcock – A Fase Britânica – Parte 1

  1. Number 13 e Always tell your Wife,são duas obras que seriam estupendas infelizmente não chegaram a darem certo.Muitos outro projetos de Hitch ficariam engavetados especialmente The Short Night,que seria depois de Trama Macabra.Bem fora isso eu vi todos os filmes citados dessa reportagem gostosa e interessante sobre o mestre,menos Mountain Eagle.
    Hitch não era apenas o diretor de suspense conseguiu se encaixar em outros gêneros também mas é claro que o suspense era sua especialidade.Eu cheguei a filmar um curta que faz homenagem a Hitchcock,que se chama Cuidado com a Bomba!
    Mas falemos de Hitch nessas citações a gente vê que ele estava apenas começando a andar na sua carreira cinematográfica e creio que maior parte da fase inglesa ele escreveu os roteiros também.Na fase dos Estados Unidos ele passaria a deixar por roteiristas profissionais.
    Manxman ou O Ilhéu,foi um filme bem interessante e simples com uma grande estória de amor e seu último filme mudo.Chantagem e Confissão sei que era pra ser mudo mas acabou sendo falado e o primeiro falado da Inglaterra.Interessante é que é raro ter uma mulher inocente sendo perseguida por um crime que não cometeu,mas nesse caso se trata de chantagem.Amo O Inquilino ou O Pensionista,foi o primeiro do inocente á procura do culpado e o primeiro com a aparição do Hitch e nesse caso ele aparece duas vezes no filme em sua aparição relâmpago.Será que serviu de inspiração para Onde está Wally.Não nego que esse tema do inocente a procura do culpado é meu tema favorito.Pra falar a verdade gostei de todos esses que vi da fase inglesa.Mesmo que a fase Estados Unidos tenham os melhores filmes não dá pra negar que sua criatividade na fase inglesa esteve mais em alta.Afinal sabemos que Hollywood libera mais dinheiro do que a independência criativa já nos cinema de estúdio menor ou independente é mais o contrário.
    Hitch é o exemplo de como fazer uma boa aula de direção e como manejar uma câmera e os caprichos nos closes e outras técnicas maravilhosas e claro não posso esquecer que ele já fez um filme quase todo em plano-sequência.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu adoro os filmes do Hitch, mas esses da fase inglesa eu realmente não vi, mas vi esses que vocês falaram só pra ouvir esse podcast massa e bem informativo!!!!!!! O primeiro filme que eu vi dele foi ou Psicose ou Os Pássaros que são duas obras-primas. Vocês estão de parabéns pelo cast!Abraços!

    Curtido por 1 pessoa

    • Obrigado Jonathan! É com muita satisfação que recebemos esta informação de que temos pessoas correndo atrás dos filmes para ouvir a cast. Hitchcock é um cineasta que merece ter sua filmografia passada a limpo, mesmo que tenha uma escorregada ou outra no meio do caminho…

      Curtir

  3. Qualquer diretor tem as suas escorregadas. Por exemplo, Steven Spilberg, tem um filme de rôbos que é muito sessão da tarde. E ele é um diretor incrivel. Com certeza, o Hitch é um dos meus diretores preferidos. Eu tenho vários. Mas ele é espetacular! Quem foi o diretor que achou ruim um filme que ele fez,e, em alguns anos depois, fez um remeique do mesmo filme que ele fez no passado? Só que bem melhor? Abraços e vida longa ao podcast! Conhecendo vocês há pouco tempo, mas já adorando as conversas de vocês. Vocês realmente tem conteúdo. E não tenta pagar de engraçadinho á toda hora, o que é otimo! Ponto mais do que positivo pra vocês!!!!!

    Curtido por 1 pessoa

    • Opa, legal! E você capturou bem o espírito… não é nossa intenção fazer podcast-comédia, mas trazer conteúdo… A pessoa que nos ouve tem que terminar o áudio com a sensação de que alguma coisa foi agregada à sua visão sobre esse filme ou aquele diretor, aquele tema…

      Curtir

Deixe aqui sua opinião sobre isso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s