Resenha #1 – A Caça (La Caza, 1966)

lacaza11Até o começo dos anos 60, o cinema espanhol estava meio paradão, principalmente pela forte censura imposta pela ditadura do general Franco. Apenas Luís Buñuel fazia grandes filmes, mas sempre fora da Espanha, já que se exilara nos EUA, México e França.

 

E então surgiu Carlos Saura, que inaugurou uma nova fase. Como não era possível fazer críticas ou comentários diretos sobre a sociedade espanhola, especialmente sobre o Estado e a Igreja, metáforas e alegorias começaram a ser usadas para mostrar os efeitos da ditadura que já durava quase 30 anos. Mas mesmo assim, “A Caça” teve a exibição proibida na Espanha até a queda de Franco (em 1975). Mas foi exibido no Festival de Berlim, e ganhou o prêmio máximo. Já no Brasil, nunca foi exibido (e nem teve lançamento em DVD, até o momento).

 

A Caça (La Caza), de 1966, não foi o primeiro filme de Carlos Saura, mas foi com essa história, baseada em um caso real, que ele se projetou. Um grupo de quatro amigos, três deles companheiros veteranos da Guerra Civil Espanhola, saem para caçar coelhos, num dia quente de verão. Ressentimentos do passado e do presente vão vindo à tona gradualmente, e a tensão entre os quatro (os caçadores e mais o guia e sua sobrinha). Ela já fica clara desde a primeira cena, e vai crescendo mais e mais, até o final.

 

A fotografia preto e branco é magistral, tal como a música, os diálogos, as atuações… tudo enfim e se fosse pra enquadrar num gênero, seria um belo “thriller psicológico”.

 

O ponto negativo do filme, ainda mais aos olhos do público de hoje, com toda a preocupação e proteção aos animais, é ter uma grande quantidade de coelhos alvejados diante da câmera.

por Alexandre Cataldo

6 comentários sobre “Resenha #1 – A Caça (La Caza, 1966)

  1. Parabens por trazer esse filme, realmente eu não conhecia este filme muito menos o diretor, é meio estranho o cinema dessa época na Espanha , não tem muita coisa, é meio obscuro. Com certeza se procuramos filmes desta deve ter muita coisa bacana.

    Curtido por 1 pessoa

      • Eu conhecia o Carlos Saura através de “Cria Cuervos” um belo filme dirigido por ele. Mas este aqui eu não conhecia, foi pela dica do Alexandre que eu fui correr atrás do filme. Em breve comento o que achei.

        Curtir

  2. Saura, um dos grandes gênios do cinema…uma filmografia espetacular

    Com pelo menos 6 obras-primas : Caça, A (1965), Ana e os Lobos (1973), Prima Angélica, A (1974), Cría Cuervos (1976), Elisa, Minha Vida (1977), Mamãe Faz 100 Anos (1979)

    Curtido por 1 pessoa

  3. Nesse final de semana fui conferir esse filme indicado pelo texto do Alexandre…. Bom filme mesmo, que é eficaz tanto na crítica disfarçada que faz sobre o papel das classes sociais na Espanha da época quanto na crítica à própria natureza humana. Não por coincidência o primeiro plano do filme são aquelas fuinhas (?) presas em gaiolas, que funcionarão como marco para outra virada no filme.

    Bela dica! Segundo Saura que eu confiro e gosto…

    Curtir

Deixe aqui sua opinião sobre isso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s