PODCAST: Episódio #49 – Fellini 8 1/2

Clique com o botão direito e salve este episódio.

Fred e Alexandre vão desta vez para Itália onde revisitam o clássico absoluto de Federico Fellini, “Oito e Meio”. O filme de 1963, intitulado “Otto e Mezzo” em seu idioma original, é possivelmente um dos marcos do cinema mundial, delineou os filmes auto-biográficos do diretor que vieram a seguir e serviu de inspiração para todo cineasta que vez ou outra esbarrou com uma crise de criatividade ao longo de sua carreira.  Marcello Mastroianni faz o papel de Guido, o alter ego de Fellini na tela, que através de suas memórias, delírios e devaneios – enquanto tenta produzir seu próximo filme – nos revela um Fellini complexo, tentando lidar com suas frustrações abertamente.  Vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e aclamado mundialmente até hoje, “8 1/2” é uma obra-prima que não teria como ficar de fora do PFC.

 

Trilha Sonora: Trilha Sonora composta por Nino Rotta para o filme “8 1/2”.

 

Duração: Aprox. 1h e 14 min.

Acesse esta galeria para ver algumas imagens que ilustram coisas comentadas neste episódio. Clique nas fotos da galeria para ver as descrições.


 VÍDEOS QUE COMPLEMENTAM ESTE EPISÓDIO

Entrevista com Mastroianni e Cardinale no set.

A famosa sequência inicial do sonho de Guido.

O Trailer original para o filme.

A famosa sequência do Harém.

 


Anúncios

Um comentário sobre “PODCAST: Episódio #49 – Fellini 8 1/2

  1. Amo esse filme e considero o top do Fellini.Vi pela primeira vez em 1999 e não entendi nada e nem tinha gostado.Ao revê-lo 10 anos depois amei e entendi melhor a proposta do Fellini com essa obra magnífica e uma trilha fantástica do Nino Rota.
    Mastroianni sempre foi o alter-ego do Fellini como Jean Pierre Leaud o alter-ego de Truffaut.
    Esse filme é realmente para quem ama cinema de verdade.Woody Allen fã de Fellini o homenageou com Memórias quanto ao Nove,que foi com Daniel Day-Lewis é um remake sem sentido e tem a participação de Sophia Loren,que fazia par com Mastroianni nos filmes do De Sicca.
    Mesmo que Fellini tenha começado com Neo-Realismo assim como Antonioni ambos percorrem caminhos diferentes.
    Todo o elenco está incrível.
    Anouk Aimeé e Claudia Cardinale como as mulheres do cineasta Guido (Mastroianni).
    Crises de idéias muitos tem e Fellini soube como ninguém expor essa idéia.Uma crise dentro de uma crise se fez uma genialidade.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe aqui sua opinião sobre isso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s