Resenha #67 – A Confissão de Thelma (The File on Thelma Jordon, 1950)


O alemão Robert Siodmak – que começou trabalhando para os estúdios germânicos UFA em 1925 e se radicou nos EUA em 1941, quando veio para os Estados Unidos assim como seu irmão Curt Siodmak – pode não figurar num primeiro escalão de diretores mais importantes do Cinema.  Mas seus principais filmes, especialmente aqueles dos gêneros suspense e noir (como “Os Assassinos”, “Baixeza”, “A Dama Fantasma” e “Silêncio nas Trevas”), atestam que ele dominava bem esse tipo de filme.  “A Confissão de Thelma” não chega a entusiasmar.

 

É, na verdade, apenas mais um bom filme noir (e dos puros).  Mas há grandes momentos, como a caminhada de Thelma Jordon de sua cela até o tribunal onde irá receber sua sentença.

 

Mais uma vez temos aqui Barbara Stanwyck como a femme fatale que se aproveita de um homem relativamente ingênuo que, pela sua profissão, pode lhe trazer algum proveito.  O otário da vez é um ajudante de promotor público (interpretado por Wendell Corey, o policial amigo de James Stewart em “Janela Indiscreta”).  Stanwyck talvez tenha sido a atriz que mais vezes representou tal tipo de mulher nas telas.  Por isso, mesmo que o espectador passe quase o filme todo sem poder saber com certeza se ela é ou não uma assassina, já podemos saber de início que a tal Thelma “boa coisa não é”… Não fosse assim, para que dar o papel a Barbara Stanwyck? Neste filme, porém, temos uma femme fatale um tanto dividida:  ela é má, mas quer se regenerar.  E se por um lado ela domina completamente o personagem de Corey, a ingenuidade dele acaba servindo como uma purificação pra ela, que chega a dizer algo como “Não seria possível que só metade de mim morresse?”. O grande problema é que Barbara Stanwyck carrega o filme sozinha, já que nenhum dos demais atores (Corey, inclusive) está no mesmo nível dela.

 

A fotografia é de George Barnes, vencedor do Oscar por “Rebecca” e indicado em várias outras oportunidades.

 

por Alexandre Cataldo

Deixe aqui sua opinião sobre isso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s