PODCAST: Episódio #86 – Era Uma Vez em Tóquio

Clique com o botão direito e salve este episódio.

No episódio 86, Alexandre, Fred convidam o músico Pedro Bizelli para viajar a Tóquio, Japão.  É na capital japonesa que se passa um dos melhores filmes de Yasujiro Ozu, um dos mestres do cinema nipônico ao lado de Akira Kurosawa e Kenji Mizoguchi. Estamos falando – é claro – de “Era uma Vez em Tóquio” (Tôkyô monogatari, 1953) considerado em listas como a da Sight & Sound um dos melhores filmes já feitos e uma das mais importantes obras do cinema asiático.  Com nomes marcantes do cinema japonês como Setsuko Hara e Chishû Ryû (este um colaborador frequente de Ozu, tendo feito mais de 50 filmes com o mestre japonês) este clássico se mantém atual até hoje, por examinar ao melhor estilo Ozu, as relações intrínsecas entre duas gerações de uma família japonesa quando os pais resolvem visitar seus filhos na capital do Japão. 

Trilha Sonora: Trilha composta por Takanobu Saitô para o filme “Era uma Vez em Tóquio”. 
Duração: Aprox. 1 h e 09 min.

 VÍDEOS QUE COMPLEMENTAM ESTE EPISÓDIO

Crítica do “New York Times”.

Crítica do BFI sobre o filme.

Trailer Oficial.


Anúncios

4 comentários sobre “PODCAST: Episódio #86 – Era Uma Vez em Tóquio

  1. Era uma vez em Tóquio aborda a realidade de um casal que de tanto aguardar a visita dos filhos tomam a iniciativa de visitá-los mas infelizmente eles ficam sem tempo para os seus pais.A única que se disponibiliza de tempo é a nora de um dos filhos.Uma das maiores obras de Ozu.
    Amo esse filme vale a pena rever.Aliás já vi algumas das obras desse grande gênio do cinema japonês.Interessante é que eles não ficam com rancor ou algo parecido com a falta de atenção e mesmo assim eles não hesitam em visitá-los.Ozu era mesmo uma pessoa á frente de seu tempo,já mostrando o excesso de ocupação e a falta de tempo de um para com outro e isso por quê não havia celulares,notebook e outras coisas modernas.Até mesmo o neto eles nem conheciam.Eu mesmo sou fã das obras de Ozu.E para quem não sabe Ozu refilmou um filme seu era Ervas Flutuantes e Parabéns pelo destaque que vocês dão ao cinema japonês.

    Dica que tal um podcast sobre as grandes mulheres cineastas.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Também sou do time que não acha este o maior filme dele, essas listas costumam “premiar” não o melhor, mas o filme melhor aceito de cada cineasta. Geralmente tem uma indecisão entre o primeiro e segundo colocado de cada diretor enquanto o terceiro é unânime, então pela lógica de como essas listas são feitas o terceiro colocado acaba ficando na frente dos dois. Pra mim do top 5 da Sight and Sound, nenhum é o melhor filme de cada diretor, por exemplo. Mas ainda acho um filme maravilhoso. Podcast muito bom, espero mais do cinema japonês por aqui.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe aqui sua opinião sobre isso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s