PODCAST: Episódio #115 – Metropolis

Clique com o botão direito e salve este episódio.

Fred e Alexandre visitam o futuro e encontram na masmorra os podcasters Marcos Noriega e Angélica Hellish (ambos do “Masmorra Cine”) para bater um papo sobre um dos filmes de ficção-científica mais influentes da sétima arte. Falamos é claro do clássico absoluto de Fritz Lang intitulado “Metrópolis” (Metropolis, 1927). O longa alemão deixou como legado diversas ideias que servem de referências cinematográficas até os dias de hoje, mas na época sofreu um processo de mutilação que durou quase 80 anos, até que se encontrasse em 2008, numa cinemateca argentina, uma cópia que traria nova vida ao filme de Lang. 

Trilha Sonora: Trilhas Compostas para diversos lançamentos do filme “Metropolis e a canção “Love Kills”, composta por Freddie Mercury.
Duração: Aprox. 1 h e 15 min.

VÍDEOS QUE COMPLEMENTAM ESTE EPISÓDIO

Filme completo, versão restaurada com legendas em português.

Sobre a descoberta na Cinemateca Argentina.

A sequência da Enchente.


6 comentários sobre “PODCAST: Episódio #115 – Metropolis

  1. Já assisti esse filme duas vezes e como foi descoberta a duração original em 2008 pela Argentina preciso ver de novo.
    Com o passar do tempo esse filme sofreu várias alterações ainda assim é um clássico do cinema e grande nome do Expressionismo Alemão.
    Diria que foi o passaporte de Fritz Lang para a carreira internacional.A banda Queen fez um videoclipe com cenas do filme com a música radio ga ga e foi uma base de influência para Blade Runner.
    Da carreira de Lang sou mais admirador da fase alemã,mas mesmo assim ele fez obras marcantes nos Estados Unidos.
    A velha luta da classe operária contra a classe burguesa.Eu lembro que Metropolis tem várias seleções de trilha sonora.
    Cenas marcantes como a cena da enchente como uma das minhas cenas preferidas desse filme.
    Thea von Harbou colaborou no roteiro como em alguns outros filmes da fase alemã.
    O filme é antigo,mas a julgar pela temática ele parece ser atual algo como eu posso dizer profético.Cage of Freedom do Jon Anderson é uma das trilhas mais marcantes que eu ouvi de Metropolis.
    Mesmo não sendo a primeira ficção científica podemos dizer que foi um dos primeiros longas a chamar a atenção e acredito que pelo tema não envelheceu só nos efeitos especiais.
    Esse filme mereceu realmente um episódio só para ele no Podcast.

    Curtir

  2. Já assisti umas duas vezes ontem eu vi esse filme pela terceira vez e o melhor de tudo eu vi essa versão completa que foi restaurada na Argentina.E confesso que gostei muito mais de ter assistido ontem do que das vezes anteriores.
    Cenas inéditas que estão nesse filme no qual vocês postaram dessa matéria.
    Ficou bem melhor explicado e detalhado.
    Como foi falado foi restaurado e inserida as cenas inéditas em 2008 na Argentina.
    Um marco tanto da ficção científica quanto do Expressionismo Alemão.

    Curtir

  3. Caramba, por mais que ela tenha levado na brincadeira, que desrespeito foi esse com a convidada, atropelando MUITO o início de sua fala.
    Eu sei que já passou um bom tempo desse episódio, mas só ouvi agora e que incômodo foi esse. Que pena.

    Curtir

    • Confesso que não percebi a gravidade desse “atropelamento”. Os Convidados (são dois) receberam a palavra e a CONVIDADA cedeu a vez para o CONVIDADO e a conversa tomou um outro rumo, para depois voltar pra ela, que repito, preferiu falar depois do convidado. Que bom que parece que isso não a incomodou tanto assim, já que voltou a gravar novamente conosco.

      Curtido por 1 pessoa

      • Sim, basta ver quantas vezes houve “atropelamento” (com aspas, já que prefere, mas isso não ameniza o desconforto gerado). Nós, mulheres, infelizmente somos acostumadas a aceitar isso tudo como “normal”, mas não deixa de ser desrespeitoso. No meio acadêmico mesmo isso é muito comum. Não se ofendam e nunca desmereçam alguém que se ofende ‘empaticamente’ com algo de seu trabalho. Veja bem, não estou afirmando que vcs desrespeitaram propositalmente e isso pode ter sido um caso isolado (até pq não vi isso se repetir com outros), mas desrespeitaram, sim, basta ouvirem novamente esse início. Vale dizer também que ouvi outros episódios de vcs e gostei do programa, mas nunca deixo de lamentar e reclamar diante de situações assim. Bj,

        Curtir

Deixe aqui sua opinião sobre isso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s