PODCAST: Episódio #127 – Os Filmes de Federico Fellini – Parte Final

Clique com o botão direito e salve este episódio.

Alexandre, Fred e o crítico Rafael Amaral (Blog “Palavras de Cinema”) se reúnem mais uma vez para fechar a filmografia de Federico Fellini, o grande diretor italiano que este ano completaria 100 anos de vida se estivesse vivo.  O episódio traz todas os filmes da segunda fase de Fellini e começamos a jornada dando destaque a “Julieta dos Espíritos” (Giulietta degli spiriti , 1965) tido por muitos como uma versão feminina de “Oito e Meio”. O áudio continua com um de seus filmes de maior sucesso de público e crítica, “Amarcord” (1973) e depois seguimos com “E La Nave Va” (1983), provavelmente seu último grande filme.  Fellini viveu até 1993, ano em que recebeu um Oscar honorário pelo conjunto de sua obra.

Trilha Sonora: Trilhas Compostas para os filmes discutidos neste episódio.
Duração: Aprox. 1 h e 55 min.

VÍDEOS QUE COMPLEMENTAM ESTE EPISÓDIO

O trailer de “Julieta dos Espíritos”.

“Amarcord” ganha o Oscar de Filme Estrangeiro. 

A cena da casa de máquinas em “E La Nave Va”.

 
 

 

8 comentários sobre “PODCAST: Episódio #127 – Os Filmes de Federico Fellini – Parte Final

  1. Fellini foi um grande gênio com suas obras.O interessante do que vocês abordaram de sua filmografia é que a primeira parte era de filmes preto e branco e nessa é de filmes coloridos.
    Assisti a esses 3 que foram mais destacados.E como alguns de vocês já sabem fiz um vídeo em homenagem ao Fellini.
    Fellini não era só um cinéfilo e cineasta como também um homem apaixonado por circo e outra além de mulherengo o seu amigo e colaborador Marcello Mastroianni também era,sendo que ele teve a filha Chiara com a atriz Catherine Deneuve.

    Curtir

  2. Ótimo podcast. Voltei mês passado da Itália, onde passei por Rimini e a cidade está celebrando os 100 anos do mestre com uma exposição fantástica sobre a vida e obras, incluindo o gigantesco livro dos sonhos dele. Foi uma experiência e tanto!!! Além disso foi interessante andar pelos lugares que ele frequentou e lembrar de várias cenas de Amacord. Enfim, parabéns por esse episódio.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Excelente! Parabéns a vocês três. Sou da mesma geração de você e do Cataldo. Conheci a obra de Fellini ainda adolescente, por volta de 1983. Meu pai alugava os filmes do Fellini em um vídeoclube lá em Petrópolis (aliás ele foi engenheiro em Furnas da década de 70 até o início dos anos 90, fui muito lá no seu local de trabalho, Fred) e eu assistia também. Além do mais sou neto de italianos pelo lado paterno, o que aumenta mais a afinidade com o universo felliniano (o pai furioso do “Amarcord” é igualzinho o meu falecido avô).

    Se vocês precisarem de participante para algum futuro podcast ou vídeo sobre cinema italiano, recomendo um cara que é uma verdadeira enciclopédia no assunto, o Raffaele Petrini. Conheci ele nesse podcast (foi o único episódio que eu já ouvi neste canal):

    https://cinemaemcena.podbean.com/e/podcast-179-os-filmes-de-federico-fellini/

    O Petrini é fácil de encontrar nas mídias sociais e é um cara muito maneiro, cheguei a conversar com ele na época que eu tinha conta no Twitter. É formado em Cinema na Itália e está radicado em São Luís do Maranhão. O Cataldo em especial vai gostar de trocar umas ideias com ele.

    Um abraço!

    Curtido por 2 pessoas

Deixe aqui sua opinião sobre isso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s