PODCAST: Episódio #76 – Os Filmes de Ingmar Bergman – Parte 2

No episódio 76, Alexandre e Fred se juntam novamente ao músico William de Andrade para tratar da filmografia de Ingmar Bergman e abordam o período que é considerado por muitos como sua fase mais prolífera no cinema. Por cerca de sete anos, o Sueco escreveu e dirigiu filmes como “Noites de Circo” (Gycklarnas afton, 1953), “O Séitmo Selo” (Det sjunde inseglet, 1957), “Morangos Silvestres” (Smultronstället, 1957), “O Rosto” (Ansiktet, 1958) e “A Fonte da Donzela” (Jungfrukällan, 1960) que se tornariam obras apreciadas ao redor do mundo inteiro e que dariam a Bergman deviersos prêmios e a fama de gênio que continua até os dias de hoje.

Anúncios

PODCAST: Episódio #75 – Dicas Triplas do PFC #6

Depois de algum tempo voltamos a fazer o Dicas Triplas do PFC, neste que é o episódio de número 75. Alexandre e Fred partem para o sexto bate-papo onde indicam três ótimos filmes de nacionalidades diversas e que hoje são pouco lembrados entre os cinéfilos em geral. O nosso ouvinte frequente sabe que não precisa se preocupar com os “spoilers” neste tipo de episódio, pois estes são cuidadosamente separados para o final do episódio. Venha conosco conhecer e debater sobre mais alguns clássicos que o tempo não apagou! 

PODCAST: Episódio #74 – Casablanca

No episódio 74, Alexandre, Fred e o jornalista e blogueiro Rafael Amaral estão presos no Marrocos Francês e precisam de salvos-condutos para embarcar pra Lisboa e voltar ao Brasil.  Enquanto esperam e esperam, se encontram no Rick’s Cafè para discutir um dos mais memoráveis clássicos do cinema americano, o romance “Casablanca” (1942), longa produzido pela Warner Brothers durante a Segunda Guerra Mundial e até hoje considerado um dos maiores filmes já realizados. 

PODCAST: Episódio #73 – Os Filmes de Ingmar Bergman – Parte 1

No episódio 73, Fred e Alexandre convidam o músico William de Andrade para iniciar uma jornada de quatro episódios sobre a carreira e vida de um dos diretores mais respeitados da sétima arte, o sueco Ingmar Bergman. O Podcast Filmes Clássicos começa essa série de homenagens tratando neste episódio das doze primeiras produções de Bergman, entre elas “Crise” (Kris, 1946), “Juventude” (Sommarlek, 1951) e o longa que o tornou conhecido internacionalmente, intitulado “Mônica e o Desejo” (Sommaren med Monika, 1953).

PODCAST: Episódio #71 – A Trilogia de Apu

No episódio 71, Fred e Alexandre mergulham nos três filmes conhecidos como “A Trilogia de Apu”, obras-primas do cineasta bengali Satyajit Ray, um diretor muitas vezes comparado a outros titãs de seu tempo: Ingmar Bergman, Akira Kurosawa e Federico Fellini… Esta trinca de clássicos consiste nos fabulosos “A Canção da Estrada” (Pather Panchali, 1955), “O Invencível” (Aparajito, 1956) e “O Mundo de Apu” (Apur Sansar, 1959), películas que fizeram enorme sucesso ao redor do mundo e que até hoje são veneradas por cineastas, cinéfilos e críticos como clássicos fundamentais da sétima arte.

PODCAST: Episódio #70 – Os Filmes de Akira Kurosawa – Parte Final

Alexandre e Fred chegam ao episódio 70 do Podcast Filmes Clássicos para fechar uma das mais influentes carreiras do cinema, a do diretor japonês Akira Kurosawa. Neste áudio, passamos por todos os seus filmes de 1963 a 1993, entre eles “Céu e Inferno” (Tengoku to jigoku, 1963), “O Barba Ruiva” (Akahige, 1965), “Kagemusha, A Sombra de um Samurai” (“Kagemusha”, 1980) e “Ran” (Ran, 1985).  Outros como “Sonhos” (Yume, 1990), “Rapsódia em Agosto” (Hachi-gatsu no rapusodî, 1991) e seu último filme, “Madadayo” (Madadayo, 1993) também passam por aqui.

PODCAST: Episódio #67 – Dicas Triplas do PFC #5

Alexandre e Fred adicionam mais três dicas à série “Dicas Triplas do PFC”.  Este é o quinto bate-papo naquele formato do podcast, onde indicamos três ótimos filmes que hoje são pouco lembrados entre os cinéfilos em geral ou que fazem parte da filmografia de um diretor mas dentro dela são às vezes deixados pra um segundo momento. Como de costume quando fazemos estas conversas que funcionam como dicas, separamos os spoilers para o final do episódio para que você tenha oportunidade de interromper a audição caso não tenha visto os filmes.  Venha conosco redescobrir mais alguns clássicos esquecidos! 

PODCAST: Episódio #66 – Os Filmes de Akira Kurosawa – Parte 2

Alexandre e Fred chegam no episódio 66 acompanhados do podcaster Marcelo Zagnolli (TigreCast) para dar continuidade à expressiva carreira do diretor japonês Akira Kurosawa. Nesta jornada começamos com “Hakuchi, O Idiota” (Hakuchi, 1951) e fechamos com “Sanjuro” (Sanjuro, 1962) totalizando nove filmes neste período, entre eles os fenomenais “Viver” (Ikiru, 1952), “Trono Manchado de Sangue” (Kumonosu-jô, 1957), “A Fortaleza Escondida” (Kakushi-toride no san-akunin, 1958), “Homem Mau Dorme Bem” (Warui yatsu hodo yoku nemuru, 1960) e “Yojimbo, O Guarda-Costas” (Yojimbo, 1961).

PODCAST: Episódio #64 – A Trilogia da Incomunicabilidade

O episódio 64 saiu no parto, após diversas incomunicabilidades e tentativas de gravar ao longo de três dias! Alexandre e Fred recebem novamente o poeta e músico Bruno Kohl para um bate-papo sobre a trilogia mais famosa de Michelangelo Antonioni, a chamada “Trilogia da Incomunicabilidade”, composto de três excelentes filmes: “A Aventura” (L’Avventura, 1960), “A Noite” (La Notte, 1961) e “O Eclipse” (L’Eclisse, 1962). Estes longas trouxeram uma nova forma de se utilizar a técnica cinematográfica, sugerindo outra maneira de se fazer cinema e por isso mesmo serviram de influência para diversos novos cineastas que surgiam na época e até hoje são celebrados como alguns do melhores filmes italianos.