PODCAST: Episódio #67 – Dicas Triplas do PFC #5

Alexandre e Fred adicionam mais três dicas à série “Dicas Triplas do PFC”.  Este é o quinto bate-papo naquele formato do podcast, onde indicamos três ótimos filmes que hoje são pouco lembrados entre os cinéfilos em geral ou que fazem parte da filmografia de um diretor mas dentro dela são às vezes deixados pra um segundo momento. Como de costume quando fazemos estas conversas que funcionam como dicas, separamos os spoilers para o final do episódio para que você tenha oportunidade de interromper a audição caso não tenha visto os filmes.  Venha conosco redescobrir mais alguns clássicos esquecidos! 

PODCAST: Episódio #66 – Os Filmes de Akira Kurosawa – Parte 2

Alexandre e Fred chegam no episódio 66 acompanhados do podcaster Marcelo Zagnolli (TigreCast) para dar continuidade à expressiva carreira do diretor japonês Akira Kurosawa. Nesta jornada começamos com “Hakuchi, O Idiota” (Hakuchi, 1951) e fechamos com “Sanjuro” (Sanjuro, 1962) totalizando nove filmes neste período, entre eles os fenomenais “Viver” (Ikiru, 1952), “Trono Manchado de Sangue” (Kumonosu-jô, 1957), “A Fortaleza Escondida” (Kakushi-toride no san-akunin, 1958), “Homem Mau Dorme Bem” (Warui yatsu hodo yoku nemuru, 1960) e “Yojimbo, O Guarda-Costas” (Yojimbo, 1961).

PODCAST: Episódio #64 – A Trilogia da Incomunicabilidade

O episódio 64 saiu no parto, após diversas incomunicabilidades e tentativas de gravar ao longo de três dias! Alexandre e Fred recebem novamente o poeta e músico Bruno Kohl para um bate-papo sobre a trilogia mais famosa de Michelangelo Antonioni, a chamada “Trilogia da Incomunicabilidade”, composto de três excelentes filmes: “A Aventura” (L’Avventura, 1960), “A Noite” (La Notte, 1961) e “O Eclipse” (L’Eclisse, 1962). Estes longas trouxeram uma nova forma de se utilizar a técnica cinematográfica, sugerindo outra maneira de se fazer cinema e por isso mesmo serviram de influência para diversos novos cineastas que surgiam na época e até hoje são celebrados como alguns do melhores filmes italianos.

PODCAST: Episódio #62 – Os Filmes de Akira Kurosawa – Parte 1

Fred e Alexandre partem para o Japão onde começam uma saga de três episódios explorando a brilhante e influente filmografia do diretor nipônico Akira Kurosawa. Kurosawa-san teve sólida carreira por cerca de 50 anos e foi um dos responsáveis por abrir as portas do cinema asiático ao ocidente. Neste primeiro episódio começamos com “A Saga do Judô” (Sugata Sanshiro, 1943) e seguimos por mais 10 longas de Kurosawa, até o filme de 1950, Rashomon (Vencedor do Festival de Veneza e de um prêmio especial da Academia, antes que existisse a categoria de Oscar para filme estrangeiro).

PODCAST: Episódio #59 – Os Filmes de Luchino Visconti – Parte Final

Alexandre e Fred voltam a falar do cineasta Luchino Visconti, debatendo todos os filmes que restavam em sua carreira e passam por algumas de suas melhores obras, como “Rocco e Seus Irmãos” (Rocco e i suoi fratelli, 1960), “O Leopardo” (Il gattopardo, 1963), “Morte em Veneza” (Morte a Venezia, 1971) entre outras, como “Vagas Estrelas da Ursa”(Vaghe Stelle dell’Orsa, 1965) e “Os Deuses Malditos”(La Caduta Degli Dei, 1969).

PODCAST: Episódio #58 – Doze Homens e Uma Sentença

Episódio 58, no qual Alexandre e Fred são expulsos da sala do juri de “Doze Homens e Uma Sentença” e mesmo assim se encontram para conversar sobre o magnífico Twelve Angry Men, filmaço de 1957 que marcou a estreia no cinema do diretor americano Sidney Lumet. Indicado a três Oscars, “12 Homens” é até hoje um dos grandes clássicos do cinema e não poderia deixar de ser julgado pelo tribunal do Podcast Filmes Clássicos. Quer saber nosso veredito final? Escute mais este episódio de nosso cast…

PODCAST: Episódio #57 – A Malvada

No episódio 57, Fred e Alexandre retornam para caguetar tudo sobre a Eve, a personagem de Anne Baxter no clássico americano “A Malvada” (All About Eve, 1950) filmaço de 1950 dirigido por Joseph L. Mankiewicz e estrelado por Bette Davis em um de seus melhores papéis em Hollywood, como MArgo Channing, uma diva do teatro que tem sua posição cobiçada pela fã Eve Harrington. O longa é até hoje um dos recordistas em indicações ao Oscar, quando teve 14 oportunidades de faturar a estatueta. Independente do prestígio alcançado na época, “A Malvada” continua encantando novos cinéfilos por suas atuações e roteiro bem amarrado.

PODCAST: Episódio #55 – Os Filmes de Luchino Visconti – Parte 1

No episódio 55, Alexandre e Fred introduzem mais uma filmografia na lista de episódios do Podcast Filmes Clássicos, desta vez contando com a presença ilustre de Fernando Brito, curador da Versátil e profundo conhecedor do cinema italiano. O cineasta Luchino Visconti tem a primeira parte de sua obra dissecada neste episódio, que vai desde seu primeiro longa metragem, “Obsessão” (Ossessione, 1943) até o belíssimo “Noites Brancas” (Le Notti Bianche, 1957), película de maravilhosa fotografia assinada por Giuseppe Rotunno.