LIVE (001) do PFC: Quatro Temas sobre Cinema

Episódio especial pintando no feed do podcast! Fizemos nossa primeira “Live no YouTube”, onde Alexandre Cataldo, Fred Almeida, Sergio Gonçalves e Willian de Andrade discutiram quatro temas sobre cinema: 
“Colecionismo nos Tempos do “Streaming” ;
Caminhos da Mente Cinéfila Obsessiva;
Arte x Entretenimento: existe distinção?;
Futuro do Cinema: Aspectos Técnicos e Sociais. 

PODCAST: Episódio #130 – Roberto Rossellini

Em meio à crise da COVID-19, Alexandre e Fred fazem uma viagem fílmica à Itália, onde junto com o crítico Rafael Amaral (blog “Palavras de Cinema”) debatem a chamada trilogia da guerra, do cineasta Roberto Rossellini:   “Roma, Cidade Aberta” (Roma, Città Aperta, 1945), tido como o filme seminal do “Neo Realismo” no cinema, “Paisà” (1946) longa episódico que Rossellini fez logo em seguida e “Alemanha Ano Zero” (Germania anno zero, 1948), talvez uma de suas produções mais sombrias.

Comunicado COVID-19!

Nesses tempos difíceis de Coronavírus, estaremos publicando, excepcionalmente, um episódio por mês, todo dia 15. O próximo episódio só virá dia 15 de abril, sobre a trilogia da guerra de Roberto Rossellini. Um abraço a todos e cuidem-se!

PODCAST: Episódio #129 – Stalker

Fred e Alexandre levam para a “Zona” os podcasters Angélica Hellish e Marcos Noriega (Masmorra Cine) e lá entram no “quarto” para discutir Stalker, ficção científica de 1979 realizada pelo renomado diretor russo Andrei Tarkovsky.  O filme foi um dos poucos do diretor a escapar da censura soviética, mas se mostrou uma produção bastante complicada de ser concluída, por diversos motivos que você ficará sabendo ao ouvir nosso áudio. Considerado um dos filmes mais intrigantes da curta carreira de Tarkovsky, o longa também pode estar atrás da precoce morte do cineasta e de diveros membros da equipe de filmagem.

PODCAST: Episódio #128 – Dicas Triplas do PFC #13

Fred e Alexandre começam a série de Dicas Triplas versão 2020 recebendo o primeiro convidado deste tipo de episódio, o professor Fábio Rockenbach. Trazemos nesta oportunidade três filmes de diretores que ainda não haviam figurado em nossos áudios: o excelente filme francês “Desejos Proibidos” (Madame de…, 1953), o ótimo longa americano “A Mesa do Diabo” (The Cincinnati Kid, 1965) e por fim, encerramos o áudio na Itália com “A Vontade de um General” (Uomini Contro, 1970). Como de costume, guardamos os spoilers só para o final deste episódio.

PODCAST: Episódio #127 – Os Filmes de Federico Fellini – Parte Final

Alexandre, Fred e o crítico Rafael Amaral (Blog “Palavras de Cinema”) se reúnem mais uma vez para fechar a filmografia de Federico Fellini, o grande diretor italiano que este ano completaria 100 anos de vida se estivesse vivo.  O episódio traz todas os filmes da segunda fase de Fellini e começamos a jornada dando destaque a “Julieta dos Espíritos” (Giulietta degli spiriti , 1965) tido por muitos como uma versão feminina de “Oito e Meio”. O áudio continua com um de seus filmes de maior sucesso de público e crítica, “Amarcord” (1973) e depois seguimos com “E La Nave Va” (1983), provavelmente seu último grande filme. 

PODCAST: Episódio #126 – A Grande Testemunha

Em mais um episódio do Podcast dos Clássicos, Alexandre e Fred trazem o músico Bruno Kohl para debater o filme mais celebrado do diretor francês Robert Bresson, que tem aqui sua primeira aparição em nosso cast. “A Grande Testemunha” (Au Hasard Balthazar, 1966) recebeu um prêmio da revista francesa Cahiers du Cinéma,  concorreu ao Leão de Ouro em Veneza e até hoje é lembrado em algumas listas de melhores filmes de todos os tempos, como a da revista britânica Sight & Sound.

PODCAST: Episódio #125 – Os Filmes de Federico Fellini – Parte 1

Alexandre, Fred e o crítico Rafael Amaral começam neste episódio a primeira parte da homenagem do PFC ao centenário de Federico Fellini, diretor dos mais influentes do cinema mundial, daqueles que virou adjetivo. Esta primeira parte de dois episódios chega para você neste dia 20 de janeiro, data em que Fellini completaria 100 anos se estivesse vivo, e neste áudio conversamos sobre a obra e vida do diretor, desde seu primeiro filme, passando com destaque por “A Estrada da Vida” (La Strada, 1954), “Noites de Cabíria” (Le notti di Cabiria, 1957) e fechando com “A Doce Vida” (La Dolce Vita, 1960).