PODCAST: Episódio #172 – Taxi Driver

Alexandre e Fred trazem dois convidados para falar sobre um dos filmes mais importantes de Martin Scorsese. Marcelo Rennó e Marcos Damiani se juntam ao Podcast Filmes Clássicos para falar sobre “Taxi Driver: Motorista de Táxi” (Taxi Driver, 1976), um marco na carreira de Scorsese e longa de fundamental importância para o cinema americano da década de 70 e para a Nova Hollywood. O roteiro de Paul Schrader, escrito a partir de problemas pessoais e algumas influências como o personagem de John Wayne em “Rastros de Ódio” e o  Raskolnikov de “Crime e Castigo”, conta uma história que gira em torno de um motorista de táxi que se sente alienado na metrópole Nova York.

PODCAST: Episódio #171 – Dicas Triplas do PFC #22

Tem mais dicas pra você com Alexandre e Fred recebendo o professor Fábio Rockenbach (Universidade de Passo Fundo e Canal “Cena a Cena”) para fazer uma edição do “Dicas Triplas do PFC”. Abordaremos como de costume três filmes de nacionalidades diversas. Começamos com “Os Basiliscos” (I Basilischi, 1963) o longa de estreia da diretora italiana Lina Wertmüller. Seguimos na sequência falando sobre outro estreante: Ridley Scott experimentava a tela de cinema pela primeira vez com o excelente “Os Duelistas” (The Duellists, 1977), clássico inglês com produção da Paramount Pictures. Encerramos na década de 80 com “A Testemunha” (Witness, 1985) que foi a primeira vez que o australiano Peter Weir dirigiu nos Estados Unidos e contou com a estrela Harrison Ford.

PODCAST: Episódio #170 – Perdidos na Noite

Nos reunimos mais uma vez para cair na noite de Nova York com um aclamado filme da Nova Hollywood. Fred e Alexandre recebem o músico Willian de Andrade para debater o excelente “Perdidos na Noite” (Midnight Cowboy, 1969) drama urbano dirigido pelo inglês John Schlesinger que lançava o novato Jon Voight e contava com Dustin Hoffman em seu segundo papel no cinema, uma estrela em ascensão. Ganhador do Oscar de melhor filme, direção e roteiro na cerimônia de 1970, é até hoje um dos longas mais importantes do movimento.

PODCAST: Episódio #169 – Sidney Lumet

Alexandre e Fred trazem de volta o professor de jornalismo Fábio Rockenbach para debater três excelentes filmes do americano Sidney Lumet, o excelente cineasta que aprendeu seu ofício no teatro e na televisão. Lumet estreia no cinema já com a obra-prima “Doze Homens e Uma Sentença” (filme já comentado no Episódio 58 deste podcast), mas é na década de 70 que irá fazer três brilhantes longas que comentamos neste áudio: “Serpico” (Serpico, 1973) sobre o caso real de um policial que se recusou a ser corrompido, “Um Dia de Cão” (Dog Day Afternoon, 1975), um de seus filmes mais aclamados no período e “Rede de Intrigas” (Network, 1976), com roteiro do excelente Paddy Chayefsky, que como Lumet, conhecia muito sobre o mundo da televisão.

PODCAST: Episódio #168 – Napoleão

Alexandre e Fred estão juntos mais uma vez para receber o crítico Rafael Amaral e desta vez, debatemos um filme indicado pelo nosso convidado. A escolha para esta oportunidade foi um visionário filme feito por Abel Gance na França nos anos 20: “Napoleão” (Napoléon vu par Abel Gance, 1927). A obra-prima do cineasta antecipa alguns detalhes que seriam, no futuro, padrões a serem seguidos pela indústria cinematográfica no mundo todo. Com o completo domínio da linguagem, Gance faz um dos clássicos mais importantes do período e a obra definitiva sobre o General Francês.

PODCAST: Episódio #167 – Dicas Triplas do PFC #21

Tá na hora de mais um dicas triplas e desta vez Fred e Sergio recebem o jornalista e podcaster Hugo Harris (Cinefilia & Companhia) para mais este ótimo papo sobre cinema. O primeiro indicado da vez é um clássico da era de ouro de Hollywood, o filme que deu o primeiro Oscar ao diretor Leo McCarey, “Cupido é Moleque Teimoso”, ótima comédia com Cary Grant e Irenne Dunne.  A segunda produção que comentamos é a deliciosa comédia inglesa “O Mistério da Torre”, filme de assalto estrelado por Alec Guiness e dirigido por Charles Crichton. Para fechar o episódio trazemos o primeiro longa-metragem de Jan Svankmajer, o Tcheco que é um dos papas da animação em stop-motion e na década de 80 fez “A Viagem de Alice”, baseado na obra de Lewis Carroll, “Alice no País das Maravilhas”.

PODCAST: Episódio #166 – Homenagem a Sidney Poitier & Peter Bogdanovich

Com os falecimentos recentes de dois grandes nomes do cinema americano, no mesmo dia  inclusive, o PFC resolveu dedicar um episódio inteiro à dupla. Fred e Sergio recebem na primeira hora, o professor de jornalismo Fábio Rockenbach (Universidade de Passo Fundo-RS e Canal “Cena a Cena”) para falar sobre o que talvez seja o papel mais aclamado de Sidney Poitier, na produção dirigida por Norman Jewison, “No Calor da Noite”. Na segunda parte do áudio recebemos Rafael Amaral, crítico do Blog “Palavras de Cinema” e do Jornal de Jundiaí para trocar uma ideia sobre a obra prima de Peter Bogdanovich, “A Última Sessão de Cinema”, filme que tornou o diretor um dos nomes mais badalados na Nova Hollywood.

PODCAST: Episódio #165 – Todos os Homens do Presidente

Dando sequência à oitava temporada do Podcast, Fred e Alexandre são acompanhados pelo professor de jornalismo da Universidade McKenzie e produtor do podcast “Cinefilia & Companhia”, Hugo Harris. Lançado em 1976, “Todos Os Homens do Presidente” (All The President’s Men), dirigido por Alan J. Pakula e produzido por Robert Redford, é o até hoje o filme mais importante feito sobre o famoso escândalo de Watergate, que acabou por derrubar o então presidente americano Richard Nixon. Nos papéis principais, além do próprio Redford, o longa traz Dustin Hoffman, Jason Robards, Jack Warden, Martin Balsam, Jane Alexander e Hal Holbrook.

PODCAST: Episódio #164 – Rififi

Os quatro fundadores do PFC se reúnem no primeiro episódio do ano, abrindo a oitava temporada do Podcast dos Clássicos. Alexandre, Fred, Sergio e Marcelo debatem o filme mais votado no nosso grupo no facebook, o noir francês “Rififi” (Du Rififi Chez Les Hommes, 1955), longa dirigido pelo americano Jules Dassin que serviu para ressuscitar a carreira que ele teve abortada nos Estados Unidos onde foi vítima da perseguição capitaneada pelo Senador McCarthy. Um dos grandes “filmes de assalto” da história do cinema, influência para diversos desse subgênero, Rififi chegou a ser acusado à época de ser muito explícito, uma espécie de “manual de roubo”.

PODCAST: Episódio #163 – Dicas Triplas do PFC #20

Em mais um episódio de dicas, Alexandre e Fred conversam com o crítico Rafael Amaral do Blog “Palavras de Cinema” e nesta oportunidade os três discutem uma trinca de filmes da década de setenta, cada um de uma nacionalidade diferente. O papo começa com o longa político de Costa-Gavras, “A Confissão” (L’Aveu, 1970), uma produção francesa, depois seguimos com a comédia italiana de Mario Monicelli, “Meus Caros Amigos” (Amici Miei, 1975) e encerramos com o diretor alemão Wim Wenders e o filme “O Amigo Americano” (Der amerikanische Freund, 1977).