PODCAST: Episódio #154 – Os Filmes de Orson Welles – Parte Final

Alexandre e Fred recebem novamente o crítico Rafael Amaral (Blog “Palavras de Cinema”) para dar sequência no papo sobre uma das carreiras mais conturbadas e brilhantes da história do cinema. Nesta última parte da série de dois episódios sobre a vida e obra de Orson Welles, falamos principalmente de “Grilhões do Passado” (Mr. Arkadin, 1955), “O Processo” (Le procès, 1962), “Falstaff, o Toque da Meia Noite” (Campanadas a medianoche, 1965) e o último filme que Orson Welles concluiu ainda vivo, “Verdades e Mentiras” (F For Fake, 1973), uma espécie de “ensaio cinematográfico”.

PODCAST: Episódio #151 – Os Filmes de Orson Welles – Parte 1

Alexandre e Fred recebem o crítico Rafael Amaral (Blog “Palavras de Cinema”) para dar início a mais um filmografia no Podcast Filmes Clássicos.  Estava mais que na hora de abordarmos um dos diretores mais influentes de todos os tempos. Inovador, contestador, ousado, gênio: o americano Orson Welles inicia sua carreira em Hollywood com controle total sobre a produção de Cidadão Kane, mas o que se segue é uma recorrente queda de braço entre Welles e os produtores de seus próximos filmes. Para contar esta história e muitas outras, escolhemos os filmes “Soberba” (The Magnificent Ambersons, 1942), “A Dama de Shanghai” (The Lady From Shanghai, 1947), “Macbeth” (Macbeth, 1948) e “Otelo” (The Tragedy of Othello: The Moor of Venice, 1952).